sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Notícia - Recife, RJ e SP invadidas por zumbis...

Uma passeata arrepiante, em todos os sentidos da palavra, vai tomar conta do Centro do Recife nesta sexta (2), Dia de Finados. Na data dedicada nacionalmente ao dia dos mortos, dezenas de pessoas maquiadas, caracterizadas como "mortos vivos" devem parar a avenida Conde da Boa Vista. Não, não será a gravação de um filme de terror, e sim a edição da Zombie Walk, que aporta no Recife pela primeira vez.

O movimento, que acontece em diferentes partes do mundo, se autodenomina livre e sem propósito aparente, e tem o intuito apenas de unir pessoas que gostam de filmes de terror e suspense, música e artigos do gênero. No Recife, a concentração será às 16h na Praça do Derby. Os participantes devem caminhar um pedaço da Agamenon Magalhães, seguindo para a Conde da Boa Vista, onde realizam uma breve parada no shopping. Na seqüência, devem se dirigir para a Praça do Arsenal e finalizar a passeata no Marco Zero.

O evento, que é divulgado quase que somente pela internet, conta com a participação principalmente de jovens. Não é necessário pagar nenhuma taxa e uma equipe com profissionais de maquiagem e efeitos especiais estará montada na Praça do Derby para ajudar nas fantasias. A Zombie Walk Recife pretende homenagear um dos mais aclamados diretores do gênero, o norte-americano George A. Romero, que tem no currículo os lendários Despertar dos Mortos e A Noite dos Mortos-Vivos.

São Paulo e Rio de Janeiro contaram com a presença de vários Zumbis...

Zumbis assombram na Praia de Copacabana400 'zumbis' aterrorizam na Avenida Paulista

No Rio, reunido em frente ao hotel Copacabana Palace, o grupo do Zombie Walk foi crescendo ao longo da tarde, chamando a atenção dos curiosos que, assustados no início, acabavam rindo muito com as brincadeiras dos zumbis, soltando grunhidos, gemidos e gritos horripilantes.

Alguns integrantes ensaiaram a coreografia do clip Thriller, de Miachel Jackson, e fizeram uma divertida exibição durante a caminhada.

Em São Paulo, a Zombie Walk conseguiu a proeza de juntar cerca de 400 criaturas, todas, sem exceção, amantes de filmes, livros e quadrinhos de terror. Nas fantasias exibidas, muita roupa preta, muito líquido vermelho imitando sangue e muita maquiagem. Algumas mais caprichadas; outras mais escrachadas, típicas de produção de filme B de terror, como os do Zé do Caixão.

Fonte: jc.uol.com.br, www.g1.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...