segunda-feira, 23 de junho de 2008

Tudo Que Você Sempre Quis Saber Sobre Informática Mas Tinha Medo de Perguntar!

ASCII: Criado em 1963, é o primeiro código que permitiu que os computadores compreendessem, exibissem e imprimissem as mesmas letras utilizadas no alfabeto latino, além de algarismos, sinais gráficos e comandos como espaço, backspace e delete. A tabela ASCII original definiu 128 desses códigos e as instruções para que o computador soubesse trabalhar com eles. Atualmente, os programas para computador utilizam tabelas de códigos mais modernas, como a Unicode e o Universal Character Set.
Avatar: Termo que vêm do sânscrito, significa literalmente 'encarnação'. Na internet, é utilizado para designar a representação gráfica que cada usuário cria para si mesmo em um fórum de discussão, em uma sala de chat, em um jogo ou em um mundo virtual como o Second Life.
Backup: É uma cópia atualizada regularmente das informações armazenadas em um computador ou em uma rede de computadores. É utilizada principalmente por segurança: caso haja uma falha no computador, a maior parte das informações relevantes estará salva no backup. O backup pode ser feito copiando os dados do disco rígido do computador para mídias graváveis (como CD-R e DVD-R), para outros discos rígidos ou até mesmo para serviços de armazenamento virtuais, na internet.
Bill Gates: Uma das figuras mais célebres do mundo da informática, Bill Gates é o fundador e ex-presidente da Microsoft, empresa responsável pela criação do sistema operacional Windows. A presença do Windows na grande maioria dos computadores do planeta fez de Gates um dos homens mais ricos do mundo. O empresário chegou a ocupar o topo do ranking de bilionários da revista Forbes entre 1995 e 2007
BIOS: Sigla para Basic Input/Output System, que significa Sistema Básico de Entrada e Saída (de dados). É um programa gravado na placa-mãe do computador e que é executado quando a máquina é ligada. A BIOS prepara o computador para que seja executado o sistema operacional - como o Windows, por exemplo. Ele verifica e configura o processador, os discos rígidos, a memória RAM e outros periféricos que possam estar conectados ao PC.
Bit: (simplificação para dígito binário, “BInary digiT” em inglês) é a menor unidade de medida de transmissão de dados usada na Computação e na Teoria da Informação, embora muitas pesquisas estejam sendo feitas em computação quântica com qubits. Um bit tem um único valor, 0 ou 1, ou verdadeiro ou falso, ou neste contexto quaisquer dois valores mutuamente exclusivos.
Bluetooth: Tecnologia nascida em 1994 na Suécia, o Bluetooth é um protocolo para troca de dados sem fio entre aparelhos eletrônicos. Por seu baixo consumo de energia, é utilizado principalmente para conectar telefones celular a fones de ouvido e a outros aparelhos celulares.Também é utilizado pelo videogames Nintendo Wii e Playstation 3, dotados de controles sem fio. O Bluetooth também serve para redes sem fio de computadores, mas perde em popularidade para o Wi-Fi, que permite trocas mais velozes de dados.
Blu-Ray: Disco óptico de última geração, lançado no mercado em 2003, o Blu-Ray é a tecnologia criada originalmente pela Sony que pretende substituir o DVD nos próximos anos. Cada disco tem a mesma dimensão de um DVD, mas tem capacidade para gravar seis vezes mais informações (vídeo, áudio ou dados de computador) que seu antecessor. O nome é uma referência à cor do laser utilizado para ler os discos. Entre 2003 e 2008, o Blu-Ray enfrentou a concorrência do HD-DVD, da Toshiba, que se apresentava como outra opção para substituir o DVD. Em fevereiro de 2008, a Toshiba anunciou oficialmente que não iria mais desenvolver o produto, abrindo o caminho para que o Blu-Ray se popularizasse.
Buscador: Buscadores são os sites como Google, Yahoo e AllTheWeb, utilizados para procurar informações na internet. Cada buscador utiliza métodos diferentes para encontrar e apresentar os resultados das buscas feitas pelos usuários. Atualmente, o serviço de busca mais popular da rede é o Google, criado em 1998 por Larry Page e Sergey Brin. O Google utiliza um algoritmo conhecido como PageRank para decidir em qual ordem as respostas a cada busca serão exibidas. O algoritmo leva em conta quantas pessoas já visitaram o site, o número de vezes que o termo buscado aparece na página, o idioma oficial do local de onde está sendo feita a busca, entre outras informações.
Byte: Um byte é um dos tipos de dados integrais em computação. É usado com frequência para especificar o tamanho ou quantidade da memória ou da capacidade de armazenamento de um computador, independentemente do tipo de dados lá armazenados. A quantidade padronizado de byte foi definido como sendo de 8 bits. O byte de 8 bits é, por vezes, também chamado de octeto, nomeadamente no contexto de redes de computadores e telecomunicações.
Disco rígido: Componente do computador ou de outros aparelhos eletrônicos - como iPods - onde são armazenados programas e dados salvos pelo usuário. Em português, o nome mais comum é disco rígido, mas também é comum ler os nomes 'hard disk' (ou a sigla HD) e 'winchester'. O disco rígido é, na verdade, formado por vários discos de alumínio ou vidro cobertos por um material magnético. As informações, compostas por bits, são gravadas alterando a polaridade deste material. Os primeiros HDs tinham capacidade para cerca de 5 Megabytes (MB). Os computadores atuais têm sua capacidade de armazenamento medida em Gigabytes. Cada GB equivale a 1.024 MB. Já há HDs com 1 Terabyte de capacidade, ou 1.024 Gigabytes.
DivX: Trata-se do formato de compressão de vídeos mais popular da internet. O DivX é um codificador que utiliza o padrão MPEG-4 para reduzir o tamanho em bytes dos vídeos originais, cortando parte da qualidade da imagem e do som em prol de um arquivo menor. O DivX ganhou popularidade no início das redes de troca de arquivos como o eDonkey e o Bittorrent: usuários utilizam o codificador para transformar DVDs de 4,7 GB ou mais em arquivos de 700 MB. Mesmo com o aumento da capacidade de armazenamento e a popularização da banda larga, continuam populares, já que o tempo de transferência dos filmes na rede é menor. Outro codificador que ganhou destaque é o programa gratuito e de código aberto Xvid, que utiliza os mesmos conceitos do DivX.
DOS: Sigla para Disk Operating Systems, é o nome dado ao sistema operacional presente na maioria dos computadores entre 1981 e o surgimento do Windows 95. O mais comum era o MS-DOS, criado para a IBM pela Microsoft de Bill Gates, também responsável pelo desenvolvimento do Windows. Na era DOS, ao invés do ambiente gráfico repleto de ícones que utilizamos atualmente, os comandos para que os computadores abrissem ou fechassem programas eram dados pelo teclado. O sistema operacional, que é a base do funcionamento dos computadores, precisava ser simples, já que a potência das máquinas era muito inferior às de hoje. A última versão do MS-DOS foi lançada em 2000. Há, no entanto, um projeto de código aberto do FreeDOS, que continua em desenvolvimento.
E-mail: Abreviação de eletronic mail (em inglês, correio eletrônico), o e-mail foi criado antes mesmo da existência da internet. As primeiras mensagens eletrônicas foram trocadas em 1965. Em 1969, passou a ser a principal ferramenta de troca de dados na ARPANET, rede do departamento de defesa dos EUA que serviu de 'semente' para a criação da Internet. O formato tradicional do endereço de e-mail (seunome@servidor) surgiu em 1971. O sinal '@', que em português é o símbolo para arroba, em inglês significa 'at', ou 'em'.
Facebook: Uma das redes sociais mais populares dos Estados Unidos, o Facebook foi lançado em 2004 com o objetivo de ajudar alunos de escolas e faculdades dos EUA a trocarem informações e manterem contato com amigos. No início, o Facebook tinha uso limitado apenas para alunos da Harvard University, onde estudava seu fundador, Mark Zuckerberg. A facilidade do serviço para compartilhar mensagens, vídeos e indicações de leituras, além da possibilidade de adicionar funções à página pessoal de cada usuário garantiram o sucesso do Facebook nos EUA. Muitas pessoas que ainda não tinham cadastro em outras redes sociais mais antigas, como MySpace, Orkut e Friendster, estrearam no Facebook. No Brasil, no entanto, a rede social é pouco utilizada, já que a maioria dos internautas brasileiros adotou o Orkut como 'casa'.
Firefox:  O Firefox é um programa utilizado para navegar na World Wide Web. Trata-se de um software gratuito e de código aberto - ou seja, qualquer pessoa está livre para fazer e sugerir alterações no programa. A primeira versão oficial (1.0) do Firefox foi lançada no dia 9 de novembro de 2004. É o segundo navegador mais utilizado na internet em todo o mundo, ficando atrás apenas do Internet Explorer, da Microsoft.
Firewall: Chama-se firewall o sistema utilizado para filtrar as informações enviadas e recebidas por computadores ligados a redes. O firewall é basicamente um programa que é executado em um servidor, no próprio computador do usuário ligado à internet ou mesmo em um equipamento específico como um roteador. O programa estabelece regras para evitar, por exemplo, que os computadores de uma rede local sejam 'invadidos' por hackers.
Freeware: O termo surgiu a partir da união das palavras free (grátis, livre) e software (programa para computador). O freeware é um programa que disponibilizado para uso gratuito. Não necessariamente, no entanto, o programa tem código aberto: mesmo grátis, os criadores podem restringir alterações e a redistribuição do programa alterado. Também se difere do shareware, onde o uso é gratuito apenas por um período de testes, por exemplo.
Google: Gigante da internet fundado na Califórnia em 1998. Além de dominar o mercado de buscas online, o Google oferece uma série de outros serviços: localização por mapas, e-mail gratuito, rede social, anúncios na internet e softwares voltados a aparelhos portáteis.
GPS: Sigla para Global Positioning System, ou sistema de posicionamento global. Trata-se de um sistema de localização criado pelo departamento de defesa dos Estados Unidos, e que hoje está presente em veículos, telefones celulares e outros equipamentos. O GPS é composto por uma rede de satélites que informa ao usuário sua posição no globo terrestre. Pode trabalhar, por exemplo, integrado a mapas de trânsito.
Hacker: É o programador com conhecimentos avançados sobre software, hardware e segurança de sistemas eletrônicos, e que utiliza esses conhecimentos para invadir computadores e derrubar "bloqueios". Geralmente são confundidos com crackers, os piratas virtuais que invadem redes e servidores com intenção de causar prejuízos ou aplicar golpes.
Internet Explorer: Software para navegação na internet lançado em 1995 pela Microsoft e que hoje é usado por cerca de 80% dos usuários. Quando surgiu, o mercado era praticamente dominado pelo Navigator, da Netscape. Sua oitava versão (Internet Explorer 8) será lançada em 2008 para concorrer com o Firefox, que vem ganhando participação no mercado desde seu surgimento em 2004.

continua...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...